Itallian prevê crescimento de até 30%…

Itallian prevê crescimento de até 30%…

O mercado de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos mundial movimenta mais 72 bilhões de dólares ao ano. Somente no Brasil, que durante anos ocupou a 3ª posição entre os consumidores mundiais, são mais de 10 bilhões de reais. No entanto, o país caiu para quarto lugar em 2017, ficando atrás dos Estados Unidos, China e Japão. Com isso, as marcas profissionais com foco nos salões de beleza foram as que mais sentiram os efeitos da crise, levando as empresas a buscarem novas formas de atuação.

A empresa de cosméticos capilares, Itallian HairTech, que atua há mais de vinte anos no mercado, ampliou a atuação no mercado brasileiro de colorações profissionais e prevê o crescimento de 30% do faturamento. De acordo com Décio Alcântara, gerente de Marketing da Professional Donna Color, principal marca do portfólio da empresa destinada ao varejo profissional, a Itallian Hairtech reestruturou toda a força de vendas a fim de atingir um novo público consumidor. “Lançamos novos produtos e cores, ampliamos a base de atendimento e passamos a atender uma nova fatia de mercado que diminuiu a frequência no salão de beleza, mas não deixou de cuidar dos cabelos, passando a colorir os fios em casa”, explica Décio.

Para se ter uma ideia e dimensão deste mercado, os produtos para cabelos são os mais representativos do setor e são responsáveis por 70% das vendas, sendo que 33% referem-se a produtos de coloração e os outros 37% restantes a outros itens da categoria, como por exemplo, shampoo e condicionador.

Assim, na contramão da crise, sobretudo entre os profissionais, foi possível perceber um novo comportamento do consumidor e, para reverter o quadro, além dos investimentos em pesquisa e lançamentos, a Itallian Hair Tech estudou o novo perfil do consumidor: a brasileira que diminuiu a frequência de idas ao salão, mas não o consumo de produtos para cabelos. Diante desse cenário, como oferecer a qualidade do salão de beleza em casa?

A empresa passou a oferecer produtos profissionais de fácil aplicação em casa, vendidos em kits de coloração junto com oxidante, aliando economia e praticidade, e que poderiam ser encontrados com a mesma facilidade.

Para reforçar esse empenho, a empresa também apostou novos canais de venda até então não atendidos pelas empresas de cosméticos profissionais: as farmácias e drogarias. “Essa estratégia contribui, também, para o crescimento do ticket médio destes pontos de vendas, que por sua vez ampliaram seu portfólio de negócios, já que se tornaram mais uma opção para as clientes com grande credibilidade”, completa Alcântara.

Alguns dados do setor, de acordo com levantamento da Itallian Hairtech/Scentec Color & Designer:

Atualmente a mulher vive o conceito de ser linda em qualquer idade e os cabelos conferem diversos aspectos importantes, tais como respeito, status, beleza, orgulho (autoestima e reconhecimento) e progresso pessoal. Colorir os fios é uma forma de se transformar, assim como a cada estação do ano.

• Para as jovens, mudar a cor do cabelo é mudar o ESTILO, para a mulher mais madura mudar a cor do cabelo é mostrar que ela pode ser bonita mesmo com a idade.

• Com o aumento da expectativa de vida da população, a preocupação pela vaidade se torna ponto chave para as marcas. As mulheres entre 15 e 49 anos são as maiores consumidoras de coloração para os cabelos;

• 46% das mulheres entre 45 e 54 anos já usaram tintura nos últimos 12 meses;

• 42% das mulheres entre 55 ou mais anos já usaram tintura permanente nos últimos 12 meses;

• 51,4% dos lares brasileiros fazem uso da coloração (dados Nielsen);

Assessoria de Imprensa
http://www.consultmkt.com.br

Website: http://www.itallianhairtech.com.br/

FONTE: https://exame.abril.com.br/negocios

Tags:
No Comments

Post A Comment